Lunes 19 de Noviembre de 2018
El portal de la papa en Argentina
6.25%Variación precio
puestos MCBA
  • Cielos despejadosBalcarceBuenos Aires, Argentina
    11° - 26°
  • Cielos despejadosVilla DoloresCórdoba, Argentina
    14° - 31°
  • Cielos despejadosRosarioSanta Fe, Argentina
    13° - 26°
  • Cielos despejadosEstacion UspallataMendoza, Argentina
    10° - 28°
  • Cielos despejadosCandelariaSan Luis, Argentina
    14° - 32°
  • Cielos despejadosChoele ChoelRío Negro, Argentina
    12° - 30°
  • Intervalos nubososSan Miguel de Tuc.Tucumán, Argentina
    14° - 28°
Ampliar
 Buscador de Noticias
Latam 18/08/2018

Brasil: Nova técnica de plantio de batatas tem produtividade três vezes maior

A aeroponia é o cultivo feito no ar. Pesquisadores do interior de São Paulo trouxeram para o Brasil a técnica que se destaca pela economia de água e de fertilizantes.

Pesquisadores do interior de São Paulo criaram um jeito diferente de plantar batata.

Até parece uma parreira, mas é outra coisa que o que pessoal está colhendo: é a batata semente, a primeira fase da batata que a gente conhece.

Ela fica no alto por causa da aeroponia, cultivo feito no ar. Pesquisadores da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios trouxeram a técnica para o Brasil.

Uma fazenda em Divinolândia, no interior de São Paulo, foi a primeira a produzir batatas assim, em escala comercial. As mudas são colocadas em estufas. As raízes ficam numa caixa escura, simulando o ambiente debaixo da terra. Depois de um mês, as batatinhas começam a nascer.

A diferença é que só dá para colher as batatas que já estão no ponto. As outras, que ainda não cresceram, ficam lá. Agora, se fosse numa colheita tradicional, o produtor teria que arrancar toda a raiz da terra, e aí poderia perder batatas. Outra vantagem desse tipo de plantio é que a produtividade é três vezes maior. Enquanto uma raiz plantada na terra produz em média dez batatas, a nova técnica dá 30 batatinhas de uma vez só.

“Na aeroponia, a raiz, ela tem um crescimento livre. Então, ela não tem nenhum impedimento como na terra, que tem pedras, paus, então, ela cresce mais. Além disso, a gente pode destacar a questão da economia da água e de fertilizantes. Como é um sistema fechado, ocorre a nebulização e depois essa água retorna para uma caixa, e aí esse sistema fechado faz com que a gente tenha uma economia de mais de 90% de água”, explica o pesquisador Thiago Factor.

A técnica é 30% mais cara do que a tradicional. Mas, segundo os agricultores, como a produtividade é maior, os custos se diluem com o tempo.

Ico Francisco foi um dos primeiros a comprar a caixa de 30 quilos com sementes da batata.

“Ela é R$ 20. De R$ 20 a R$ 30 a mais barata e produz mais. Produz na faixa de 40, 45 toneladas por hectare. Já a importada, ela produz na faixa de 30, 35”, comenta o produtor rural.

“Todo mundo acaba ganhando. Nós unimos a tecnologia com o campo para fornecer para o produtor rural uma semente de melhor qualidade e mais produtiva. Isso vai impactar lá na mesa do consumidor, tendo uma batata de melhor qualidade e mais barata para a dona de casa”, diz o produtor de semente Lucas Moreira.

Quem colhe essas batatas dessa forma vê mais uma vantagem.

“A gente está sentada, confortável, e vai tirando a batata da raiz sem dor nas costas”, brinca o estudante de engenharia Leonardo Marques.

Fuente: https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2018/08/10/nova-tecnica-de-plantio-de-batatas-tem-produtividade-tres-vezes-maior.ghtml?utm_source=facebook&utm_medium=share-bar-smart&utm_campaign=share-bar


Te puede interesar